quinta-feira, 12 de maio de 2011

Vivendo Moda - Revista Eletrônica de quem vive moda

Iniciei este blog de forma muito tímida, há pouco mais de 3 anos,para mostrar - sem nenhuma pretensão - alguns trabalhinhos.

O intuito era mais de ocupar o tempo, (após merecida aposentadoria) e também conhecer pessoas que da mesma forma se dedicavam ao artesanato, que sempre foi meu hobby.

Com o tempo fui tomando gosto pela coisa, e certo dia fui procurada pela Aslan que buscava uma designer de tricô para integrar sua equipe. Confesso que tricô não era meu forte, fazia muito croche. A experiência era pouca mas aceitei o convite de cara.

Não foi fácil fazer as primeiras peças. Era muita responsabilidade. Não tinha conhecimento de variedades de pontos, modelagens, etc. etc. etc. Fui muito intuitiva e não é que deu certo?

Hoje, além de vários trabalhos na mídia, você pode ler minha entrevista para a Revista Vivendo Moda- Edição nº 01, (Revista Digital) e dois trabalhos publicados na mesma revista.

Esse mérito não é só meu. Divido com vocês meus seguidores que sempre me incentivaram através de suas visitas e comentários. E é pensando em vocês que dou o melhor de mim nesses trabalhos, desenvolvendo receitas com características que tornem bem fácil o entendimento, para poder assim retribuir de alguma forma todo carinho que recebo.



Vivendo Moda
A Revista Eletrônica de quem vive moda




Para receber a nova edição da Revista clique neste link e faça seu cadastro
http://www.vivendomoda.com.br/revista.asp


Para ler a edição nº 01 e ver minha entrevista na íntegra clique aqui
http://www.vivendomoda.com.br/revistas/edicao_01/index.html#/cover

Um beijo e obrigada


Miriam Nakutis

5 comentários:

Vanessa Biali disse...

Que legal, Míriam!
Seu trabalho é uma inspiração para mim.
Outro dia, vi na TV a entrevista com uma cantora em que ela contava que não teve uma aprendizagem formal de seu ofício. Tudo o que ela sabia e tinha feito na sua carreira era fruto de intuição e experimentação. Ela chamou isso de "sabedoria da ignorância", em que o processo criativo fica livre para experimentar, sem as amarras do "jeito certo de fazer".
Achei muito interessante esse jeito de pensar! Acredito mesmo que é possível desenvolver nosso potencial criativo apenas com curiosidade, dedicação e paixão. Da mesma forma como você conta que foi o seu processo com o tricô.
Parabéns!!!
Beijos,
Vanessa

Nile disse...

Oi amoreco.
Parabéns pelos trabalhos.
Eu li a entrevista e achei simplesmente linda.
Obrigado por partilhar estes lindos gráficos.
Boa semaninha para voce.
bjtos.Nile.

areiasdejade disse...

Admirável post! seus trabalhos alimentam o fogo da criatividade!
Parabens
Nely

Amo Flores de Fuxico! disse...

Oii Mirian tudo bem???
Estou passando por aqui para dar uma olhadinha nas novidades... e adorei as dicas!!!
Esses dias andei fazendo um monte de cachecol de lã pompo, da uma passadinha la no meu blog para ver.

Mas já que estou aqui, queria aproveitar a opurtunidade para pedir seu voto em um concurso de porta lenços que estou participando no blog da Carine Calé www.feltroaholic.blogspot.com, é só deixar um comentário dizendo que seu voto é para mim, nº 08 Tamara Gutierrez.
Bjss
Tamara

Izy disse...

Miriam... ja tinha te respondido no face, mas quero deixar meu parecer aqui: "Voce merece, afinal sua propria intuição confessou a voce: faça!"... Isso é ter coragem, mesmo sem ter a experiencia que tinha no croche, voce aceitou o desafio e superou... e isso só prova que nós podemos quando realmente queremos. Sua experiencia e suas declarações só fazem com que milhares de pessoas ao lerem esse depoimento seu, saiam do casulo e virem lindas borboletas... e eu sou uma delas...

bjs fantasticos

Izy

http://www.izy-artecriativa.blogspot.com